Palestras e Hands-on selecionados

Atenção Pessoal!!!

 

Saiu a lista das palestras e hands-on selecionados que irão compor a grade do DBA BRASIL4.0. Em breve, divulgaremos a grade com horários e os numeros das salas.

Lista das palestras aprovadas

nome palestra assunto resumo
Adriano Alves Bonacin AWS DynamoDB for Dummies NoSQL Apresentação de conceitos básicos de funcionamento do AWS DynamoDB. O que é? Como usar? Como funciona? Quanto pago?
Advaldo Mesquita Moreira Junior Extend Events x SQLProfiler Administração de Banco de Dados Muito DBA tem ainda dúvida com relação ao uso do Extend Events ou SQL Profiler.
Vamos montar na pratica um monitoramento utilizando os dois recursos e determinar qual pode se sair melhor no seu ambiente.
Alex Zaballa Moving your Oracle Databases to the Oracle Cloud Administração de Banco de Dados Migration to the cloud is a process that takes significant planning and effort.

In this session, you will learn about migration from Oracle Database On-Premises to the Oracle Database Cloud, including examples and techniques for easy migration.

Anderson Rodrigues Ferreira DBAs podem criar aplicações web rápidas usando Oracle Application Express! Desenvolvimento Mesmo sem conhecimento algum de tecnologias web, um DBA ou qualquer pessoa com conhecimento de banco de dados pode criar aplicações web escaláveis, seguras, responsivas de maneira muito rápida utilizando o Oracle Application Express (Apex).
Nesta sessão, você verá as principais características da tecnologia Oracle Apex e exemplo de criação de uma aplicação de maneira muito rápida.
André Alves Muniz O novo petróleo – Manipulando, Transformando, Inovando e Protegendo os DADOS da sua empresa. Administração de Banco de Dados Resumo da palestra

– Introdução Experior

– Soluções radicalizantes

– Delphix

– K2view

– Serviços invadores

– Automação e Gestão de Dados

– LGPD

– Visão 360

– Adoção de Nuvem

– Cases

Arthur Luz Presto – A Distributed Query Engine on On-Premise and Azure Cloud Big Data Nesta sessão será possível entender sobre como utilizar o Starburst Presto como ferramenta de query distribuída para cenários de Big Data. Faremos a instalação e configuração tanto em ambiente On-Premise como em Azure Cloud.
Caio de Souza Amante Joins deep dive: entenda cada variação e sua importância Performance Tuning Nesta sessão iremos falar sobre a utilidade do Join, demonstrar qual objetivo e benefício em utilizamos em um banco de dados relaciona, além disso, entenderemos suas variações de algoritmos e a necessidade de identificar as diferenças entre MERGE JOIN, LOOP JOIN e HASH JOIN.
Cristiano Joaquim dos Santos Azure HDInsights. Como aproveitar a plataforma para analisar dados. Big Data Apresentar de forma prática como o participante poderá tirar proveito do ambiente de análises do Azure HDInsights para processar e analisar informações.Farei uma apresentação prática com um tema de mercado, no caso, aplicação no ramo de Varejo.
Darlim Paula Marques Por que “inteligência aumentada” é a melhor maneira de descrever a Inteligência Artificial IA? Comportamental Hoje muito se fala em Inteligência Artificial, no entanto, muito do que temos hoje não pode ser considerado IA, mas sim Inteligência Aumentada. A diferença pode parecer pequena, mas as aplicações desses conceitos funcionam de forma distinta. A inteligência artificial é a ideia de um sistema que reproduz a cognição humana e funciona de forma autônoma. Já a inteligência aumentada tem como base sistemas com tecnologia cognitiva que apoia o ser humano, seus planejamentos e análises.

O objetivo da palestra é trazer melhor entendimento dos termos e a clareza de muito do que hoje utilizamos é Inteligência Aumentada e não Inteligência Artificial e que, o ser humano é e sempre será, essencial para tomar decisões. As máquinas não são capazes de captar e interpretar todas as nuances e necessidade das nossas relações, ou mesmo ter algo próximo à inexplicável intuição, que é algo inerente e exclusivo da espécie humana.

Diogo Henrique Silva Guilhen Business Intelligence ou Big Data? Business Intelligence Palestra para poder relembrar todos os principais pontos do BI e introduzir o BI com o Big data.
Passando desde o primeiro surgimento da palavra BI com o Hans Peter Luhn da IBM, mostando jargçoes e praticas dentro da produção de um BI chegando em Inmon e Kimbal, onde mostramos prós e contras a respeito da utilização de cada um e finalizando sobre o novo modelo de BI dentro do Hadoop.
Emanoelle Antônia Bueno de Siqueira Big Bang Machine – O Universo da Inteligência Artificial Inteligência Artificial Em tempos remotos o ser humano a partir de suas necessidades realizou descobertas imprescindíveis para a construção da tecnologia, sendo capaz de transformar a humanidade em todos os aspectos, que culminou na evolução tecnológica jamais vista pela civilização.

E neste século presenciamos o poder das tecnologias disruptivas na era na Quarta Revolução que impactam diretamente as grandes tomadas de decisões, na busca implacável por conhecimento e que transformam o mundo a cada instante.

A Inteligência Artificial é um dos grandes pilares dessa revolução sendo um campo da ciência da computação em que máquinas realizam tarefas como a mente humana, tais como aprender e raciocinar.

Tudo o que sabemos e compreendemos por tecnologia, teve sua origem nos séculos passados que culminaram em que vivemos atualmente; a Inteligência Artificial é consequência de toda a evolução das máquinas, da ciência, da matemática e do grandes volume de dados e toda a era tecnológica teve um início, a qual para entendermos a importância e o impacto no futuro precisamos entender o Big Bang das máquinas, o universo por trás de tudo o que sabemos e dominamos e o impasse para alcançar a expansão dos conhecimentos da Quarta Revolução.

Em 1927 Georges Lemaître um astrônomo, propôs o Big Bang ou a grande explosão que remete a teoria do desenvolvimento inicial do universo a partir da explosão de uma única partícula.

Entretanto, a Inteligência Artificial é como a grande explosão dos conhecimentos científicos e tecnológicos, com 4 pilares Explosão, observação, Evolução e expansão.

Sua explosão ao ponto que conhecemos hoje como inteligência artificial foi detalhado em um congresso pelo professor John McCarthy em 1956, Observada através de mais de 50 anos, a Inteligência Artificial foi estudada e com aplicação de vários conceitos pode evoluir para diversos campos como: Machine Learning, Deep Learning e Processamento de Linguagem Natural, a qual se expande em técnicas muitas vezes incompreensíveis para os padrões de algoritmos complexos já criados.

O tema: Big Bag Machine – O Universo da Inteligência Artificial, trará o surgimento dos primeiros conceitos dessa tecnologia, o entendimento profundo de como a Inteligência Artificial funciona, seus diversos campos de estudo, funcionamento de modelos de Machine Learning, para que todos possam entender realmente o passado, o que vivemos atualmente e o futuro jamais visto pelo grande poder das máquinas.

“Todos os aspectos das nossas vidas serão transformados, e isso pode ser o maior evento na história da nossa civilização”. – Stephen Hawking

Erika Nagamine Lgpd para DBAs Desenvolvimento Demonstrar o que é a LGPD e algumas ferramentas que os dbas podem usar para adequação a essa nova lei.
Fábio Cotrim Lima Será que você precisa de Alta Disponibilidade nos seus ambientes? Alta disponibilidade Nesta apresentação, pretendo levantar algumas questões para ajudar aos DBAs avaliarem as reais necessidades de implementar a alta disponibilidade nos ambientes que administram.
Desconstruindo algumas tendências de mercado, disseminadas pelos grandes players, vamos questionar se a alta disponibilidade é uma necessidade, um luxo ou uma modinha desnecessária.
Como sempre, minhas palestras devem ser encaradas com bom humor, mas não quer dizer que eu não faça os expectadores abalarem-se em suas zonas de conforto.
Fábio Gomes Jardim Como criar um pipeline de ingestão em Big Data Big Data Uma abordagem de como realizar ingestões Batch e Real Time utilizando ferramentas do ecossistema Big Data.
Nessa apresentação mostraremos os principais frameworks utilizados para ingestão, as arquiteturas utilizadas, integração com outras ferramentas e como escolher a ferramenta e a arquitetura correta na ingestão.
Demonstração de um pipeline real time.
Fábio Prado Como influenciar o Otimizador do Oracle para melhorar (ou piorar) o desempenho das instruções SQL Performance Tuning – Serão apresentados nesta palestra os principais conceitos sobre porquê influenciar o Otimizador de Queries do Oracle;
– Hints e parâmetros do Banco de Dados Oracle que podem ser configurados para influenciar o comportamento do otimizador e possibilitar a otimização de instruções SQL;
– Durante a apresentação demonstrarei alguns scripts com os principais hints e parâmetros que influenciam no comportamento do Otimizador, mostrando o Plano de Execução e/ou tempo do SQL, antes e depois da inclusão do hint ou alteração do parâmetro.
Fábio Telles Rodriguez Database Level UP Administração de Banco de Dados Ambientes em nuvem, persistência poliglota, Big Data, IoT, e um zilhão de buzzwords surgem todos os dias no mercado. Estamos em constante mudança. Flexibilidade se tornou uma característica fundamental para qualquer banco de dados. Tão importante quanto desempenho e segurança.

Vamos apresentar varias características do PostgreSQL que fazem dele o banco de dados relacional mais flexível no mercado atualmente. Acredite se quiser!

Felipe Pereira Serverless Architecture for Machine Learning Microservices Machine Learning Nesta palestra, abordarei o processo de planejamento e implementação de uma arquitetura serverless para um micro-serviço de machine learning na AWS.

Este micro-serviço interage com o resto da aplicação através de chamadas REST, fornecendo predições de score de risco para transações financeiras.

Irei abordar:
-Qual era a nossa arquitetura inicial
-Porque decidimos mudar
-Quais tecnologias testamos
-Como definimos a nova arquitetura
-A importância de uma mentalidade Lean Agile
-Onde erramos
-Quais os próximos passos

Fernando Avelãs SSMS – Dicas e Truques para aumentar sua produtividade e facilitar o seu Trabalho Administração de Banco de Dados Nesta sessão irei demonstrar varias dicas de funcionalidades que provavelmente você não conhece dentro do SQL Server Management Studio, que farão com que suas tarefas fiquem mais fáceis e rápidas de serem executadas.
Franky Weber Faust Scripts que você deve ter quando trabalha com Exadata / GI / RAC / ASM / OPatch Administração de Banco de Dados Pare de perder tempo para verificar que patch foi aplicado e em qual nó.
Pare de sofrer ao verificar o espaço utilizado de um diskgroup.
Pare de tentar ler a saída do “crsctl stat res -t” para saber onde estavam seus databases/services/listeners antes do reboot.
Deixe de se preocupar com os logs do Oracle enchendo o filesystem.Algumas tarefas rotineiras dos DBAs como as listadas abaixo deveriam ser simples, mas não são:
• “Que instâncias (listeners, services) estão online (e em quais nós) em todo o meu cluster? Estavam de pé do mesmo jeito e nos mesmos nós antes do reboot?”
• “Quão usados estão meus diskgroups? Quantos % livre tenho nos meus diskgroups? req_mir_free_mb precisa ser subtraído do usable_file_mb para saber o tamanho dos meus diskgroups?”
• “Que patches estão instalados em todo o meu cluster? Tem algum patch faltando em algum dos meus OH? Em qual nó?”
• etc . . .Nessa palestra vou apresentar alguns scripts que facilitam todas estas tarefas (e muito mais)!Isso é algo que uisamos diariamente na Pythian e que com certeza fará sua vida como DBA muito mais fácil. Vale a pena compartilhar isso com a comunidade.
Johanny Tetzner de Souza Power BI Web x Power BI Report Server Business Intelligence Muitas pessoas conhecem o Power BI Web e suas funções, mas quando acabam pegando projetos em empresas que utilizam o PowerBI Report Server se vêm em apuros, devido as várias diferenças de funcionalidades e forma de estruturar o ambiente e consequentemente os projetos.
A palestra trará um overview geral do PowerBI (pra quem não tem muita familiaridade) e posteriormente será entrado nas diferenças entre ambos como: forma de aquisição, valores, funcionalidades, versões e atualizações. Será também abordado a forma e os processos de implantação de ambiente On Premisses, tal como configuração mínima e ideal para suportar determinada quantidade de usuários simultâneos e as principais tabelas do banco ReportServer_PBI para montagem de um ambiente de monitoramento. A apresentação será feita encima do próprio PowerBI e no decorrer da mesma, será utilizado o PowerBI Desktop para mostrar como a estrutura foi montada.
José Laurindo Chiappa Alguns segredos (nada secretos) do Oracle Trace File Administração de Banco de Dados Além dos óbvios indicadores, num trace file podem ser encontradas muitas informações de interesse para o responsável por um database Oracle, tais como performance de discos, utilização de memória e outras – o Objetivo desta Palestra é demonstrar como se extrair algumas dessas informações.
Juan Cruz Databases Modernization Desenvolvimento Digital business is driving IT organizations to be more agile and effective in meeting business and application requirements. For databases, this means that IT needs to provide better support to application and database developers to meet their time to market objectives for new offerings while also providing a more efficient, automated and flexible infrastructure. In this session, we will cover the most important aspects to consider for modernize & take to the next level your SQL Server Databases.”

Topics to be covered:
• Accelerate
• Protect
• Reuse
• Hybrid Use Case
• Call to Action

Esta palestra será proferida em inglês e/ou espanhol e não contaremos com tradução simultânea.

Marcondes Josino Alexandre Os Desafios na Gestão de Dados em Ambiente MultiCloud Cloud Computing Nesta sessão, iremos abordar o estado da arte mais recente na gestão de dados no contexto de ambientes heterogêneos de computação em nuvem pública. Abordaremos os principais players do mercado, bem como uma análise comparativa de soluções e possibilidades que podem ser empregadas na gestão de dados.
Marcos Alexandruk Privacidade, Ética e Big Data sob a Lei Geral de Proteção Dados Pessoais. Big Data Apresentar o impacto da nova Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.079/18, sancionada em 13/08/2018) nas operações que envolvem a mineração de dados.
O que a empresa deve fazer para adequar-se à nova lei?
Quais ações algumas empresas já tomaram ou pretendem tomar a curto prazo?
Quais serão a sanções impostas?
Mario Barduchi Do you really know what a Data Guard is? Basic concepts that not every DBA knows… Administração de Banco de Dados Do you really know what a Data Guard is? Do you know the difference between a physical and a logical standby? You know what a Switchover or a Switchback? How do you do a FAR-SYNC? Meet some basic concepts that not every DBA knows, but should…

Você sabe realmente o que é um Data Guard? Sabe a diferença entre um standby físico e lógico? Sabe o que é um Switchover ou um Switchback? Como se faz um FAR-SYNC? Conheça alguns conceitos básicos que nem todo DBA conhece, mas deveria…

Meirieli de Oliveira Ribeiro Power BI e Data Bricks – Ganhe tempo em dobro: Processando e consumindo dados! Ferramentas de Visualização de Dados Nessa palestra pretendo mostrar o DataBricks rodando no Azure como mais uma opção de ferramenta para processamento de dados massivos, utilizando uma demo em UMA dessas linguagens: SQL, Python e, posteriormente como consumir esse conjunto no Power BI via Direct Query.
Murilo Cerone Nascimento Replicando dados para o Kafka com o Oracle GoldenGate Big Data Ingestão de dados no ecossistema de Big Data é um dos temas mais desafiantes da atualidade. Nesta palestra, será apresentado como utilizar o Oracle GoldenGate para replicar dados provenientes de bancos de dados transacionais para o Apache Kafka, uma das tecnologias mais relevantes no universo de “streaming” de dados.
Nilton Kazuyuki Ueda Como trabalhar com análise de dados mudou a minha carreira da água para o vinho? Gestão de Carreiras Meu nome é Nilton. Tenho 22 anos e atualmente trabalho como Analista de Analytics e Insights Sênior em uma grande empresa multi-nacional.
Muitas pessoas me perguntam qual é a receita de bolo. Quais os passos realizei para chegar onde estou.
Perguntam até se fiz algum tipo de pacto.
Nessa palestra a minha ideia é contar um pouco da minha historia ao longo desses anos, dicas do que fazer e dicas de como lidar com as armadilhas do dia a dia.
Paulo Ricardo Santos Monitorando o SQL Server com Power BI Administração de Banco de Dados Nesta palestra você aprenderá como monitorar o SQL Server com Microsoft Power BI em tempo real, vamos criar varias Visões e Dashboards em cima dos indicadores de performance.
Paulo Singaretti Do PostgreSQL ao Data Lake utilizando Kafka|Debezium Big Data Será apresentado um overview sobre Zookeeper, Kafka (Broker), Kafka Connect, todos em cluster nesta arquitetura, para então, aprofundar em como transportar dados de tabelas do PostgreSQL utilizando streaming para um data lake (ou S3, Elasticsearch, banco de dados utilizando JDBC, etc.)
Pedro Antonio Galvão Junior Resumable Online Index Rebuilds um recurso que muitos DBAs gostariam de conhecer Administração de Banco de Dados O SQL Server 2017 fornece um recurso-chave reconstruções de índice online resumable. Em versões anteriores do SQL Server, talvez seja necessário cancelar a operação de manutenção de índice devido a ficar sem tempo no período de manutenção, bloqueando problemas ou talvez espaço em disco insuficiente devido ao log de transações preenchendo.

Quando cancelamos a reconstrução de índice, precisamos iniciar a operação inteira novamente para reconstruir o índice.

Resumable Rebuilds de índice online fornecem a opção para pausar uma reconstrução de índice e fornece uma opção de execução, suspensão, retomar ou anulando uma operação de índice online.

Rayssa Ribeiro Dias NEM TUDO QUE RELUZ É OURO ! A IMPORTANCIA DO DESIGN NA VISUALIZAÇÃO DE DADOS! Business Intelligence Nem tudo que reluz é ouro e nem tudo é o que parece! A importância da comunicação visual nos projetos de análise de dados. Um bate papo sobre como apresentar ao cliente muito além dos dados!
Reinaldo Cantidio Gerenciamento de backup e dumps do MySQL Backup and Recovery Dump e Backup apesar de muitos considerarem a mesma coisa, tratam-se de práticas distintas, apesar da finalidade ser de para uma possível recuperação de dados. Na palestra irei explicar estas diferenças e trazer algumas ferramentas para realizar backup e dump do MySQL e derivados. Como criar um repositório próprio para recuperação de dados com dump ou backup, assim como teste de integridade para garantir a restauração quando necessária.
Renato José Groffe Boas práticas de segurança no acesso a dados em aplicações Web Segurança Acompanhe esta apresentação e fique por dentro de tecnologias, dicas e técnicas úteis para garantir uma maior segurança no acesso a dados em aplicações Web. Ao longo da apresentação serão apresentados exemplos práticos de uso de tecnologias como JWT (JSON Web Tokens) no acesso protegido a APIs REST, recursos de segurança em bancos de dados relacionais como SQL Server e tecnologias para gerenciamento de segredos como Azure Key Vault.
Rodrigo Almeida Stand-by no Oracle Standard Single Instance Alta Disponibilidade Nesta palestra, conheceremos de forma prática, uma forma de criar o stand-by de um ambiente em Oracle Standard Single Instance. Mostraremos todos os passos de instalação, configuração, criação de um banco de dados stand-by e os procedimentos switchover e failover de um banco de dados em ambiente de contingência.
Rodrigo Jorge Hack Attack – Detectando “anormalidades” no Oracle Database Administração de Banco de Dados Nessa sessão será apresentado conceito do rootkit no nível do banco de dados. Quais são as formas que esses tipos de malware atuam no Oracle Database e como é fácil implementá-los. Minha idéia é fazer um exemplo ao vivo e mostrar algumas formas simples de rootkit, como utilizar o orachksum para detectá-los, como ele pode ser destrutivo, silencioso e como se proteger contra esses tipos de ameaças.
Rogerio Bacchi Eguchi Disaster Recovery para o Oracle Cloud Disaster Recovery Nessa palestra falaremos sobre as opções disponíveis para uma instalação híbrida: produção on-premisses e DR na Oracle Cloud e as particularidades dessa implementação.
Suellen Santos de Moraes Internals Always On – SQL Server Alta disponibilidade Você ja parou para pensar no que acontece por tras dos panos no seu ambiente com Always on? Ou em como os dados são replicados para todos os nós? Ou como é o seu funcionamento quando temos subnets diferentes? Nesta sessão iremos mostrar o Always on sob uma outra ótica onde mostraremos “o porque” das coisas.
Thales Donizeti Self-Service Analytics fica mais simples com Alteryx Ferramentas de Visualização de Dados Introdução a plataforma Alteryx, com foco no conjunto de soluções Alteryx Designer e Alteryx Server.
– O que é o Alteryx Designer
– Construindo e automatizando seus processos
– Arquitetando, distribuindo e agendando seus fluxos com Alteryx Server
– Criando aplicações analíticas na galeria da sua empresa
– Licenciamento e preço da plataforma
– Hands-on: Automatizando um processo analítico, publicando-o com seus colegas e agendando-o (simples e rápido!)
Thiago Ferreira Virtualizando o Oracle Administração de Banco de Dados Aprenda como virtualizar um banco de dados se perder performance, segurança e Licenciamento
Thiago Ferreira Proteja o seu banco de dados Oracle Backup and Recovery Como Protejer o seu banco de dados de diversas posibilidades de falhas, Aprenda a realizar backup de teras em minutos.
Tiago Leite Neves Iniciando um trabalho de tuning Performance Tuning Nessa sessão será possível entender os princípios para iniciar um trabalho de tuning, quais ferramentas podemos utilizar e quais recursos o próprio SQL Server nos fornece para auxiliar a resolver problemas de performance.
Vithor da Silva e Silva Analysis Services e PowerBI – A Combinação perfeita para seu projeto de Self-Service BI Business Intelligence Muito tem se falado no PowerBI dentro das empresas, mas em sua implementação identifica-se que a ausência de um BI Corporativo é fundamental!
Para isto a Microsoft conta com o Analysis Services, ao qual, permite institucionalizar o BI dentro das empresas evitando confusões em relação as métricas do negócio.
Nesta palestra, falaremos sobre o Analysis Services e como ele é facilmente implementado hoje em dia, não perca!
Wagner Crivelini Azure SQL Data Warehouse: Modelagem e Boas Práticas Business Intelligence Apresentar os conceitos básicos de operação do Azure SQL DW e analisar comportamento de performance do ambiente com diferentes modelagens
Willian Jose Lima Meu Data Guard, Minha Vida: Do céu ao Inferno em um comando Administração de Banco de Dados Nesta palestra apresento dois case do uso do Data Guard para migrações.
O primeiro caso mostra a preparação, configuração e execução de um ambiente da versão 11g para 12c usando Data Guard.
O segundo caso é uma migração de um banco de dados 11g de 70tb de um storage, para outro que quase destruiu dois ambientes e como foi a volta por cima.
Wiluey Sousa Conhecendo o Azure SQL Database Hyperscale Service Tier Cloud Computing O Azure SQL Database Hyperscale é uma nova camada de serviço baseada no SQL e altamente escalável para bancos de dados individuais que se adapta on-demand às necessidades de seus Workloads. Com o Hyperscale, os bancos de dados podem escalar automaticamente até 100 TeraBytes, eliminando a necessidade de “pré-provisionar” recursos de armazenamento e expandindo significativamente o potencial de crescimento de aplicativos sem ser limitado pelo tamanho do armazenamento.
Nesta palestra conheceremos mais sobre este novo recurso.

Hands-on Aprovados

Os interessados em participar dos hands-on deverão levar seus notebooks, pois não teremos equipamentos para empréstimo.

 

nome palestra assunto resumo
Dani Monteiro Mini curso de MongoDB Administração de Banco de Dados Vamos conhecer o MongoDB, banco de dados NoSQL mais usado no mundo!!!
Gilson Martins Desvendando o Oracle GoldenGate 12c e 18c – Hands-on Administração de Banco de Dados Apresentar os conceitos básicos do Oracle GoldenGate, cenários reais de implementação de replicação e migração de banco de dados Oracle e Não-Oracle com uma abordagem mais prática e hands-on.
Nilton Kazuyuki Ueda Hands-on de Analytics com Tableau Ferramentas de Visualização de Dados O Tableau é líder global de mercado em visualização de dados, atualmente esta dentro das maiores empresas do Brasil e do mundo.
Traga o seu notebook e venha aprender na prática como trabalhar com a ferramenta que é lider em solução de análise e assim se destaque dos demais profissionais no mercado de trabalho.
Observação: venha preparado para fritar o cérebro!!!
Sulamita Dantas & Wiluey Sousa [Hands-on] – Alta Disponibilidade com Azure SQL Failover Groups Alta disponibilidade Faremos um Workshop HANDS-ON onde ensinaremos como criar um failover groups no Azure, passando por boas práticas e ensinando as dicas e gaps desse tipo de arquitetura.
Como sugestão, pedimos aos participantes que levem notebook e já estejam com a conta gratuita do Azure criada.

 

3 comentários em “Palestras e Hands-on selecionados

Deixe uma resposta para Miguel Santos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *